quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Expirei e todos os músculos relaxaram.
Expirei e se foram as inseguranças.
Expirei e já não haviam preocupações.
Expirei e o mundo se perdeu.
Expirei e não mais existia.
Inspirei, surto de consciência.